Somos Páginas em Branco

Todos nós nascemos iguais, como seres humanos, contudo há factores que nos tornam diferentes, somos educados de maneiras diferentes, temos personalidades diferentes e temos a nossa única percepção. Através disto, somos capazes de escrever a nossa própria história a partir dos nossos sonhos, desejos e escolhas.

“We are all human, but in no way we are the same. We all have things that make us individual and unique. There is a story behind each and everyone of us, a reason why we are the way we are.” – Someone

Partimos de páginas em branco, tal como os livros de receitas. Em primeiro lugar, somos criados a partir de uma folha em branco, depois é-nos atribuído um nome e é-nos atribuído “ingredientes” da personalidade – amigável, simpático, tímido; e também os físicos – baixo, magro.

c2a9atl_arco-da-rua-augusta_exterior-3

De seguida, vamos construindo a nossa história através de momentos da nossa vida, altos e baixos. Os ingredientes alteram a forma de preparação da receita e o mesmo acontece com a personalidade que altera  a maneira como vemos o mundo, os nossos gostos e interesses. Temos horizontes diferentes porque somos diferentes, tanto exteriormente como interiormente.

“We all live under the same sky. But we don’t all have the same horizon.” – Konrad Adenauer

Por último, tentamos alcançar certos objectivos de vida para acabar a “receita” que foi iniciada. A nossa vida é assim criada por várias receitas que tentam alcançar um único objectivo: “criar um livro de receitas”, que para alguns se resume em “ser rico”, outros em “ser famoso” outros em “ser feliz” ou até mesmo em “salvar a humanidade”.

“We all take different paths in life. But no matter where we go, we take a little of each other everywhere.” – Tim Mcgraw

Tal como todos nós, também aquilo que é criado começa em branco, por exemplo, as organizações. Começam de uma ideia, depois, são lhes atribuídos valores, missões e estratégias para depois chegarem a uma meta. É neste sentido que as Relações Públicas fazem parte deste ciclo, porque em todas as receitas, mesmo que os ingredientes escolhidos e as suas porções sejam as melhores e que as formas de preparação sejam claras, é possível errar. Por isso, estes profissionais têm o objectivo de verificar todos os pontos da organização, tal como, os valores, as missões e as estratégias, de modo a chegar à meta pretendida com sucesso através da comunicação.

Resumindo, todos nós somos como livros de receitas, cheios de momentos e percursos que foram escolhidos por nós e o mesmo acontece com as organizações. Elas vão evoluindo através das decisões estratégicas, das suas missões e valores para alcançar um único objectivo. A vida é feita de escolhas e nós é que decidimos se “escrevemos a receita” ou não.

“Dont let your dreams be dreams.” – Shia

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s